Calendário de Eventos Membros
Página Sifu Restrito Membros AWCA Calendário de Eventos Florentino Mídia (Livro) Livro do Sifu Florentino Galeria de Fotos Cerimônia do Chá

10ª Cerimônia do Chá para Introdução de Novos Membros e Reiteração de Votos da AWCA – Associação do Wing Chun Aplicado, no Parque Ecológico do Tietê.

O evento, um dos mais importantes para a AWCA, tem por objetivo a integração de novos membros e a renovação dos votos dos irmanados.


A História

Acredita-se que o nascimento do chá tenha acontecido no ano de 2737 a.C, durante uma viagem do imperador chinês Shen Nung, contudo, o consumo do chá evidenciou-se através de objetos encontrados em túmulos da dinastia Han (206 a.C. – 220 a.C.) e tornou-se bebida oficial da China durante a dinastia Tang (618-906 d.C.).

Dada a sua importância para os chineses, o chá sempre esteve presente nas mais diversas situações e ocasiões através da Cerimônia do Chá. Trata-se de uma atividade tradicional com influências do Taoísmo e Budismo na qual o chá é preparado cerimonialmente e servido aos convidados.

Nas artes marciais, especificamente em modalidades do Kung Fu, a Cerimônia do Chá era também conhecida como Cerimônia do Discipulado. O ritual consistia em tornar discípulo o aluno escolhido pelo mestre para fazer parte da família e receber os ensinamentos da arte marcial de forma plena.  A partir desse momento, a relação entre ambos passaria a ser muito mais próxima, como a relação de pai e filho.

Durante a cerimônia, mestre e aluno juravam lealdade e comprometimento um para o outro. O mestre ensinaria os maiores segredos da sua arte e em troca o aluno possuiria dedicação total à arte marcial e seu mestre. Era muito difícil ser admitido e o novo discípulo estaria sob constante provação, devendo mostrar qualidade técnica, moral e seguir estritamente as regras da escola, sob pena de expulsão sem possibilidade de readmissão.


Cerimônia do Chá para Introdução de Novos Membros e Reiteração de Votos

Diferente da cerimônia do discipulado, inicia-se com a preparação do local, distribuindo os assentos de forma circular deixando o centro livre para colocação dos utensílios do chá.

Um a um, do mais antigo ao mais novo membro, todos os convidados deverão lavar as mãos e a boca (simbolizando a purificação) e assinar o livro de presença.

Conforme os convidados realizam a etapa anterior, eles adentram o local da cerimônia de joelhos, como símbolo de humildade e respeito, e vão se posicionando à direita do Sifu.


Após todos estarem acomodados, o Sifu inicia a preparação do Chá enquanto narra sua trajetória na arte marcial e convida a todos fazerem breve exposição sobre os motivos que os levaram ao Wing Chun e suas expectativas na caminhada marcial.


Ao final dos relatos e com o chá preparado, o Sifu orienta sobre a maneira correta de segurar a xícara e limpá-la, beber o chá e repassar ao próximo convidado. Tudo é feito cuidadosamente, com paciência e atenção, meditando sobre os ensinamentos de todas as etapas.

A xícara é segurada com a mão direita, enquanto a mão esquerda se encarrega de limpar com o guardanapo o local de contato com a boca, já que todos tomarão o chá no mesmo recipiente. São dois goles: o primeiro de experimentação e o segundo para tomar efetivamente o chá. Entre os dois há o momento de juramento ou renovação dos votos de compromisso com a família. Todos seguem as orientações e tomam o chá até que a xícara chegue novamente ao Sifu.

Sifu serve o chá e orienta

Ao fim da Cerimônia do Chá, o Sifu chama cada um dos discípulos para a entrega de carta de agradecimento e abraço fraterno do Sifu.

Também nesse momento, o novo irmão, recebe a camiseta verde que simboliza a sua aceitação na família AWCA.

Momento da tomada do chá Entrega da Carta de agradecimento Família AWCA

Fontes:

http://www.camarashaolin.com.br/blog/bai-si-a-cerimonia-de-discipulado/#.WbR_7rKGOt8

http://casadocha.com/artigos/historia-cha



Entrada de joelhos no local da cerimônia Momentos de reflexão e renovação de votos