Calendário de Eventos Membros
Página Sifu Restrito Membros AWCA Calendário de Eventos

Exercícios de Formas

SIL LIM TAU é o primeiro exercício de formas no Wing Chun, e ele é muito importante para ensinar a coordenação corporal simultânea dos membros.


No Wing Chun não existe bloqueio e contra ataque, mas sim, a simultaneidade nestes movimentos.


Este exercício de forma faz exatamente o que o nome diz, ''dá forma'' ao corpo para realizar os movimentos corretamente. Para exemplificar, você deve se recordar de quando estava aprendendo a escrever. Lembra-se daqueles exercícios de ''serra-serra, bolinha, ondinha''... Pois bem, eles ensinaram sua mão, a exata coordenação motora para que você pudesse escrever suas primeiras palavras. Assim é com o Sil Lim Tau. Cada movimento representa uma técnica que você futuramente ira aprender, por isso, é importante que você saiba o significado de cada movimento, e não simplesmente treinar o Sil Lim Tau como se fosse um mero ''Kati''. Isso seria uma grande perda de tempo.


(foto: Yip Man aos 78 anos)

Na técnica ao lado, temos Li Hon Ki e Florentino demonstrando a aplicação do movimento denominado ''Tan Ta'', um dos primeiro movimentos do ''Sil Lim Tau'', onde o ponto de impacto da defesa está exatamente na altura do eixo de seu cotovelo, que colide com a parte macia do braço do atacante.


Observe que há o avanço no momento da defesa, e um contra-ataque com soco direto, em ângulo ascendente, tirando o oponente totalmente fora de seu eixo de equilíbrio, projetando-o para trás e para cima, o que devido à falta de apoio, arremessa-o ao chão. Também há a liberação do encaixe do cotovelo. Quanto mais forte o oponente atacar, mais dor ele sentirá.


''Chi Sau'' é uma técnica exclusiva do sistema Wing Chun. Não é encontrada em nenhum outro estilo de luta, e é extremamente importante para o praticante de Wing Chun, porem, não tenha a idéia errada de que, ao aprender Chi Sau, você estará apto para se defender em uma luta real. Ninguém luta “Chi Sau” na rua, ou em qualquer situação real.


Chi Sau lhe ensina basicamente três coisas:


1- Desenvolver reflexos;

2- Desenvolver reação espontânea;

3- Melhorar os sentidos motores.

   Entretanto, o mais importante de tudo esta na associação destes três ensinos básicos no que Duncan Leung chama de ‘’cobrir’’. Cobrir é a coisa mais importante.


 

Aprender a bater é muito fácil. Você nem precisa entrar numa academia para isso. Seu próprio instinto e fúria o propiciam a fazê-lo. Eu mesmo, já vi pessoas que nunca tiveram uma aula formal, brigarem muito bem. Mas, aprender a não apanhar é o mais difícil.


O treino de Chi Sau deve iniciar-se com apenas um braço (em dupla), e após algum tempo, (aproximadamente seis meses), iniciar as técnicas com os dois braços.


Um bom treino de Chi Sau para os alunos avançados deve ser executado sem se olhar para os braços. Alguns talvez prefiram vendar os olhos.


Chi Sau é um treinamento que lhe deixa um passo à frente de seu adversário, pois, você aprende a se “cobrir” quando atacado, ao invés de bloquear. Ensina-te a prevenir. A se defender mesmo antes de ser atacado.

Após desenvolver-se com Chi Sau, as técnicas de combate acontecem com muito mais fluidez.

Ao contrario do que muitos pensam, o ‘’Muk Young Jong’’ (homem de madeira) não foi elaborado para ser espancado. Vários estilos o usam com esse propósito. Na verdade, ele existe para desenvolver o cálculo correto de ângulos, a movimentação correta dos braços e pernas a curtíssima distância, bem como o encaixe do quadril.


Há 108 técnicas de luta, aplicáveis em seu exercício de formas, entretanto, desde o nível ‘’Sil Lim Tau’’ pode-se praticar nele. O ideal é que toda técnica de luta seja aplicada no ‘’Muk Jong’’ para aprimorar sua correta execução.


Uma boa metodologia de treino inclui três maneiras de se treinar uma nova técnica de luta. A primeira, consiste em repetições frente a um espelho para a visualização dos pontos de impacto. A segunda, consiste na aplicação da técnica no ‘’Muk Jong’’, e a terceira, na aplicação da nova técnica junto a prática de luta com um parceiro.

O ‘’CHUM KIU’’ é o segundo exercício de formas do Wing Chun. Nele, aprende-se a locomoção em uma base sólida, a utilização de chutes, e a fazer de sua defesa o próprio ataque.


Na ilustração, o soco do oponente é interceptado em uma ‘’defesa-ataque’’ onde, utilizando-se o encaixe do quadril, conseguiu-se uma explosão no momento do contato com o braço do atacante.


Em uma situação real de luta, talvez haja mais de uma pessoa lhe agredindo, portanto, seu golpe deve ser decisivo, pois, você talvez não tenha uma segunda chance frente a dois ou mais agressores.


Vários treinos específicos são utilizados neste nível, principalmente para chutes. Nele, você também aprende técnicas específicas para lutar em competições (campeonatos).